O Ouro em Travassos

Começamos este passeio em Travassos, terra de muitas obras de filigrana e conhecida pelo seu Museu do Ouro.
Seguindo ao longe com olhar sobre a Albufeira da Barragem de Andorinhas alcançamos Brunhais e muito perto das margens do Ave chegamos à Ponte de Men Gutierres onde atravessamos para na margem oposta chegarmos a Louredo. Nesta primeira parte do percurso fomos encontrando essencialmente belas paisagens, muitos singles e pequenos caminhos rurais. Era até ao momento um pequeno balsamo que nos preparava para em sete quilómetros largarmos a cota dos 200 metros e atingirmos o ponto mais alto do passeio que rondava os 890 metros. Tínhamos alcançado Alto de Morgair e para trás deixado na nossa retina vários momentos registados, onde o esplendor da vista sobre a Albufeira do Ermal e arredores nos fazia esquecer o declive que estávamos a transpor. Após uma subida onde a condição primaveril tornou esta primeira parte do passeio muito agradável. A deslocação pelo Parque Eólico até à nossa nova conquista geodésica o Merouço, que outrora tinha ficado por atingir com muita angústia, aconteceu sob intenso temporal onde não nos foi possível sequer avistar Luilhas que lá tão perto estava. Aconteceu um rápido registo do momento pois tinham-nos preparado agora um brinde que podíamos chamar: Descer a Serra do Merouço até Carreira. A descida que começou por se compor com o voltar do Sol rendeu aproximadamente cinco quilómetros por entre muita técnica, perícia e muitos e belos Garranos (apareceram para testar as nossas objectivas). A muita alegria dos onze desvairados que "pulavam" daqui para ali persistiu até à Aldeia Turística de Carreira onde encontramos o Itinerário Pedestre do Rio Queimado que nos levou até ao Parque de Lazer do Pontão. Podemos aqui presenciar uma bela vista sobre a Albufeira de Andorinhas onde alguns minutos à frente iríamos atravessar para chegarmos novamente ao ponto de partida - Travassos.
Esta foi sem dúvida uma bela amostra dos melhores trilhos que os amigos Btt Porto DAve têm para oferecer a quem com eles quiser, como nós, partilhar um belo passeio de bicicleta.
Obrigado a todos pela simpatia e condições oferecidas, sem deixar de mencionar que a escolha pela Casa de Pasto O Luís é sempre excepcional.






Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata