Peneda das 3 estações

Tendo em conta que para o tipo de passeio mensal que fazemos deixando de arrancar dentro da "nossa" área de legislação, os amigos Bikenaturas mais propriamente a sua ala BMW sempre demonstraram interesse em nos acompanhar, fizemos convite e prontamente foi aceite.
Este foi sem duvida um dos passeios mais peculiar, mesmo que não se concretizando o objectivo para que foi idealizado não deixou de ser recheado de bons momentos, muita camaradagem, boa disposição e algum sacrifício. Conseguimos num pequeno período de tempo e espaço sermos brindados com algum Sol agradável, chuva, frio, muito frio e neve. Faltou-nos mesmo só umas temperaturas na volta dos 30º para obtermos as 4 estações. 
Deveríamos ter arrancado de Lamas de Mouro e após alcançarmos Bouça dos Homens faríamos a ligação ao Santuário da Senhora da Peneda pelo planalto de Chã do Monte, todavia a intensa chuva acompanhada de muito frio que nos ia regelando pelo facto de termos as roupas muito molhadas impossibilitou-nos de completar o projecto e optamos por voltar a Lamas de Mouro pelo Vale Glaciar da Peneda.
Mesmo percorrendo uma pequena extensão desta maravilhosa Serra acabamos por passar por magníficos locais, como: Bacia Fluvial do rio Mouro, avistamos Cubalhão, passamos por Cortegada, visitamos a branda de Mourim, percorremos o trilho das Eólicas e voltamos ao Parque de Campismo de Lamas de Mouro.
Por fim após termos feito algum tempo de espera num café local (onde até aquecemos um pouco o corpo)  pelo homem do gás, podemos usufruir do nosso banho nas instalações do Parque de Campismo local. Por sugestão do José Carlos Sousa fomos experimentar as carnes dos pastos locais a Castro Laboreiro.
O nosso obrigado ao Avelino, Alexandre e José Carlos pela paciência e companheirismo demonstrado, fica a promessa de cá voltarmos para terminar o projecto iniciado.



1 comentário

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata