Sem descanso ate Covelas

Devido às férias e outros motivos pessoais muitos colegas não puderam ir andar no Sábado, mas andar ao Domingo não está fora de questão. E assim foi! O pinoco Redleh mostrou-se disponível em ir pedalar, convidando o pessoal. O Conguito mostrou-se receptivo ao convite e assim ficou combinado à hora e sítio do costume.
Domingo, 8.15h, o clima algo convidativo e uma grande vontade de pedalar! Fizeram-se então à estrada estes dois bravos numa velocidade de contra-relógio sem por isso darem por ela.
Primeiros quilómetros feitos pelo alcatrão, de seguida uns trilhos desconhecidos, e depois uns já mais reconhecidos com algumas subidas dignas desse nome! Apôs 20kms à velocidade de cruzeiro sem parar, vem então uma pequena pausa para comer a laranjinha, acompanhados pela apicultura dali da beira.
Mais uns kms e mais uma pequena pausa, desta vez, acompanhados por um pequeno ribeiro. Aproveitou-se para molhar a cabeça e beber uma bebida que não é nada por ali além, mas dadas as circunstâncias até conseguiu dar o estalo e de que maneira! A limonada do Careca é boa, mas esta tinha algo de diferente. eheh
Por fim, sem parar, o destino era o parque da Rabada e grande destino este que permitiu arregalar os olhos com as vistas dali da beira, algo típico nesta altura do ano. De seguida, a famosa Coca Cola com limão! Como se uma não bastasse, veio mais uma e a companhia dos amigos da OLA.
No final foi sempre a rolar até casa terminando assim um percurso algo acessível, mas feito em tempo recorde, pelo qual não é para todos. Dois bravos que saíem com um sorriso na cara depois de uma boa manhã de convívio e de pedal “sem deixar as bikes descansar”.






3 comentários

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata