Do Vale do Ave ao Vale do Sousa

Nada melhor que começar o mês de Julho com um passeio destes. Estes meses de verão são propícios a muito calor e a tudo aquilo que é típico da estação quente do ano. Ao pequeno almoço, a conversa girava em volta dos mundiais e parafernálias típicas do verão, mas o que agitava o dia era saber que ao fim de 70km de passeio, havia o 1º Pic-Nic BttPinoco!
Com incentivos destes é difícil encontrar inércia em pedalar, por isso lá seguimos para montes nunca antes visitados, cremos que até pelos bttistas locais. A passagem por trilhos desconhecidos mas em aldeias bem perto é sempre de salutar, já que mostra que não conhecemos tudo e que existe sempre novidade que alegram passeios como este. A conquista de 5 marcos geodésicos dava um brilho ainda maior a este percurso, já que o calor impedia grandes incursões técnicas e acumulados tresloucados. A conquista do primeiro antecedia a entrada na Serra de Campelos e com ela apareciam os corta-fogos e piso empedrado, algo que a juntar ao pó cria uma mistura explosiva de desgaste para as bikes. O suor ia escorrendo pelas faces daqueles que só falavam para expressar a alegria de ver mais um marco geodésico.
Lousada aparecia disfarçada pelos seus trilhos rolantes e com chafarizes directos ao corpo de quem muito calor leva no corpo. É claro que tudo isto faz esquecer que ainda se está muito longe de casa, um factor psicológico que nada interessa se se querem fazer largos km's, ainda que por obrigação de chegar ao lar. Hoje o local de chegada era outro e a motivação também, talvez por isso a Senhora do Amparo nos aparecesse na devida altura e literalmente nos ajudasse na derradeira subida. Inclinação e suor foi o que nos custou a última conquista do dia e com ela veio o rápido regresso, causando assim menos demora para a degustação dos petiscos.
Chegados ao Parque da Rabada, local escolhido para este convívio, foi um reunir com famílias e comer aquilo que nos sabe bem. Uma sombra regada com bastantes líquidos (e sólidos) foi o culminar perfeito deste dia. A repetir certamente!



2 comentários

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata