Rota das Capelas e Torres de Igreja

Nome apelativo este e que até deu azo a ligações a outras rotas com o mesmo nome mas que se desenrolam em terras diferentes.
A nossa rota destinava-se a complementar um passeio, que iria tentar fugir à chuva e juntar na passagem alguns monumentos religiosos, estando nós em Maio mês de Maria toda esta conjugação fazia esperar uma manha bem passada.
Arrancamos então com destino Guimarães onde iríamos visitar o seu Castelo, monumento este que se encontra ligado à fundação do Condado Portucalense e às lutas da Independência de Portugal.
D.Careca, D.Conguito, D.Costix, D.Guerrero, D.Rido e D.Sognimod partiram com primeira passagem pela Capela de São Roque (Riba de Ave), tão perto e tão longe, que nunca tinha sido incluída no nosso registo fotográfico, tem sem duvida um valor nostaágico já que na adolescência de alguns de nós o Monte de São Roque está associado a uma caixa piro-técnica em forma de vaca a disparar para todos os lados “bichas de rabear”. Em fim-de-semana de Cruzes a nossa passagem pelo conjunto monumental de Santa Cristina de Serzedelo teve um valor carismático especial (não fosse também o nosso rápido cruzar de rodada com o nosso colega Xavier).
Já em Guimarães chegados aos arredores do Castelo, contornamos o Paço dos Duques de Bragança e fizemos a circunstancial visita ao Castelo.
Iríamos agora com abordagem pela Pista de Ciclo-turismo Guimarães/Fafe chegar à Capela de Santo Antonino, com o devido registo fotográfico feito tomamos rumo ao alto da Penha, onde fizemos a nossa pausa alargada para reforço energético. A descida até Abação foi bem interessante não fosse a chuva que se intensificou e um incauto que não se preparou com o devido impermeável (fiel amigo destas alturas) e o caminho até Vizela feito pelo sopé do Monte de São Bento das Pêras seria um tónico bem agradável, mas o caminho foi feito um pouco a esforço pois a humidade depositada no corpo era anormal.
Chegados à igreja de São Miguel de Vizela onde fizemos o registo fotográfico que faltava e ajudados pela diminuição de intensidade da chuva as forças redobraram e em velocidade cruzeiro voltamos a casa com uns 60kms coadjuvados com uns 1400 mts de acumulado.



5 comentários

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata