Rota das 5 Manobras

Nome curioso este, uma rota de 5 manobras, decidido quase em cima do joelho no dia anterior ao do passeio. Em jeito de previsão do que ia acontecer, talvez, ou então numa de fazer prevalecer o significado de tão "desenjeitado" nome, o percurso mostrou-se muito consistente e com uma conjugação de trilhos muito bem conseguida (de tal modo que irá figurar na lista de tracks a disponibilizar), já o passeio, bem... Vamos por partes, sendo que antes de mais temos que enquadrar a coisa. O percurso prometia cerca de 60km, visitando 3 concelhos vizinhos, com uma dinâmica matreira em busca dos melhores trilhos, o seu início é precisamente junto à porta de um dos que contribuiu de forma involuntária para sua a concepção. Os bravos que se fizeram à partida não sabiam o que lhes esperava, mas lá se fizeram ao trilho.
Ainda nem 1km estava percorrido, já aí estava a primeira Manobra digna desse nome, um OTB bastante aparatoso digno de repetição, mas cujas imagens não nos chegaram. Diz quem lá esteve que tudo se deveu a um descuido técnico causado pela incúria e precipitação de um regressado a estas andanças. Depois de tudo resolvido, em piso rolante vestido de negro e com ritmo constante, sem grandes problemas os primeiros km's não deixavam antever grandes problemas. Uma pequena paragem para cumprimentar o amigo Óscar sempre bem-disposto e que nos desejou boas pedaladas. Poucos km's depois, eis a segunda Manobra, mais um OTB protagonizado pelo interveniente anterior, "azar" diziam uns, "ferrugem" diriam outros. Novamente nada preocupante e de volta ao percurso, umas poucas dezenas de metros à frente a terceira Manobra, nada mais nada menos que a dita boa acção do dia, ajudámos uma senhora a retirar o veículo da berma, onde inexplicavelmente havia caído. A força de nove homens, a maior parte apenas com os olhos, resolveu a questão e o ambiente era agora de "dever cívico cumprido". Pairou uma serenidade no ar, apenas abalada pelas subidas constantes e intermináveis em direcção a Pilar. Chegados à terra prometida, o pensamento era apenas um, almoçar. Benditas esposas e mães que preparam os manjares com que estes esfomeados leões se lambuzam nas horas de maior aperto no estômago! Cerejas técnicas para sobremesa e o conta-km informava que ainda nem metade estava percorrido, alarme para uns e um aviso para outros. Um cálculo mal tirado numa pequena descida e estava consumada a quarta Manobra, esta mais arriscada e que ditou um OTB mais grave. Umas escoriações e um ombro dorido por uns dias, nada que um bravo deste pelotão não se consiga habituar. A ferrugem de uns são as Manobras de outros, e a quinta e última Manobra surge disto mesmo. O reboque, pode ser falacioso e até jocoso, mas foi isto que se verificou, até existem provas fotográficas deste método de entre-ajuda no seio do grupo. São coisas que acontecem! É neste momento que se dá a separação das águas, qual Maomé, os lesionados e os privados de tempo e sono tiveram de seguir a opção mais curta e seguiram em piso alcatroado para os lares, aos restantes bravos coube-lhes a tarefa de terminar tão duro e pretensioso percurso. De 7 restavam 3, além de agora o apoio ser menor, os km's pareciam ser tantos quantos os que se haviam feito. Havia que pedalar, nada mais! Muitas foram as vezes que o grupo se sentiu tentado a virar por uma ou outra alternativa, mas não, foi seguido escrupulosamente. É claro que às 16h já não restava a mais ínfima migalha naqueles estômagos e a paragem para reabastecimento de emergência teve de ser feita, caso contrário teriam de penar durante o regresso. Às 17h era dado por terminado aquele que foi o mais duro passeio perto de casa de que há memória, não sem antes degustar uma pequena cereja, preparada para um, mas apreciada por outros que não se curvaram à sua ausência, mas que, antes pelo contrário provaram que a dita está bem e recomenda-se. Tantas horas em cima da bike, pertinho de casa, parece brincadeira, ou então desculpa, mas a verdade é que foi bom e é por nós aconselhado.

PS: As melhoras para os autores dos OTB's!

8 comentários

Mensagens populares deste blogue

Caminho Português Interior de Santiago - Chaves -> Santiago de Compostela

Caminho de Santiago - Pela Geira e Via da Prata