Rota do Bolinhol

Hoje o dia prometia. Um regresso, um convidado, um track fantástico e um calor abrasador. O regresso "oficial" do nosso amigo e colega do pedal ZeKTM aos trilhos era só por si motivo suficiente para que o dia ficasse marcado. Para quem não pedala há mais de 6 meses, esteve muito bem e rapidamente estará na melhor forma para nos acompanhar semanalmente. Voltando ao que interessa, o track de hoje foi escolhido com base nos comentários ao passeio com o mesmo nome, e no meio de um desses comentários estava o nosso convidado que pretendia fazer este mesmo track. O Óscar, que é de quem falo, mostrou-se disponível e agradado para pedalar conosco e até ameaçou ensinar-nos uns trilhos. Ora pois foi exactamente isso que aconteceu, o Óscar lá nos mostrou o seu quintal que nos levou até Vizela. Depois de encaixar no track, o importante era não o perder, o que acabou por acontecer quando o assunto da conversa é o sexo oposto. Reencontrado o track, havia subidas para fazer e fots para tirar. Chegados ao S. Bento das Pêras, sabíamos que tinhamos de descer e estava mesmo ali a pista de downhill, ora siga, mais umas grandes fotos. Depois é que o track mostrou todo o seu esplendor. A organzação em causa esmerou-se e presenteou os participantes e os seguidores do track com singletracks fantásticos ao pé do rio. Uma travessia do rio em trajes menores e mais singletracks, e mais e mais...Subidas técnicas e mais subidas técnicas, isto para não falar nas descidas. Foi o track mais espectacular que fizemos até hoje e dado que foi às portas de casa, só prova que nem sempre é preciso ir para longe para encontrar coisas espectaculares. Já reduzidos a 4 elementos, apanhámos boleia do Óscar no caminho de regresso. Foram 65km muito espectaculares e quem quiser dar por bem empregue uma manhã de btt, é este track que deve seguir. O calor não ajudou, pois 2,5l de água não chegaram para a brincadeira, mas nada que não se ultrapasse. Quero repetir!!!



6 comentários

Mensagens populares