Rota dos 5 Pinocos

Pelas 8h, após PA tomado, arrancamos para a nossa volta. Ainda preparávamos montadas quando avistamos 4 incautos do BTT (alguns daqueles que fizeram Cabreira de SS) com uma rodada "ligeira" e camelbak´s ás costas, tudo indicava que a cruzada prometia, cumprimentos rápidos pois tomávamos destinos que nos separaram.
Com alguns kms de estrada rapidamente chegamos ao que propriamente poderíamos definir como inicio do passeio, estávamos junto ao primeiro marco - Fontiscos.
FONTISCOS 150,18

Com trilhos bem acessíveis fomos rumando até ao próximo marco geodésico pretendido, o traçado escolhido através do Google Earth mais parecia ter sido feito no local pois a sua conjugação mostrava-se perfeita. E sem que um colega mais apressado o tivesse avistado lá estava o nosso segundo marco - Outeiro.
OUTEIRO 38,44


Esta parte do percurso foi sem duvida a mais atribulada pois à parte de termos sido obrigados a carregar as companheiras ás costas por um trilho que tinha "desaparecido" tivemos também dificuldades em atravessar o espaço que antes cheio de belos trilhos encontra-se agora a ser ocupado para um projecto megalómano para a zona, um campo de golfe. A zona estava vedada o que nos obrigou a "Pular a cerca" algumas vezes, tanto pulamos que chegamos a uma situação de não sabermos se estávamos dentro ou fora, afinal estávamos dentro mas já das imediações do aeródromo de Vilar. Quando finalmente nos encontramos rumamos ao terceiro marco - Povoa.

POVOA 235,22 BOLEMBREANO

Com passagem junto ao local da "marcação" um dos colegas deu gás ás botas e, porque obrigações o chamavam, rumou directo a casa. Continuamos aí então com menos um elemento a parte final do percurso onde após uma descida bem técnica e uma subida não menos técnica tínhamos chegado ao nosso quarto marco - Pedrinha.


PEDRINHA 256,35 BOLEMBREANO


Avançávamos agora para uma zona mais baixa de bela paisagem num planalto onde misturamos também uns trilhos agrícolas que nos trouxeram mais umas gramas de lama junto ás rodas. Antes um pouco de chegarmos a Covelas entramos nos Caminhos de Santiago e após chegarmos ao Monte de Paradela avistamos o nosso ultimo marco do dia - Vale.

VALE 211,75 BOLEMBREANO



Missão cumprida e após termos passado uma manhã repleta de bons trilhos técnicos, de altos e baixos, de paragens bruscas que obrigam a OTB, de trilhos repletos de paus, de intervenções afim de limpar os caminhos, estávamos de regresso a casa.


Mais fotos

P.S.: Não era necessário tamanho empeno para recebermos de volta o ZéKTM, mas assim também se avaliam os duros ;-)

4 comentários

Mensagens populares